Polícia Civil de Anápolis prende autor de homicídio em boate no bairro São João

Polícia Civil, por meio do Grupo de Investigação de Homicídios de Anápolis (GIH), prendeu na noite desta sexta-feira (10) o suspeito de ter matado Leonan Alves de Morais, 32, no último domingo (5). O crime aconteceu em uma boate no bairro São João, na cidade.

Identificado como Lucas F.S, 20, o suspeito chegou a se apresentar na delegacia durante a semana, mas foi solto por ter passado o prazo do flagrante e não ter mandado de prisão em aberto.

Durante o interrogatório, o suspeito confessou a prática do crime. De acordo com o o delegado Wllisses Valentim, responsável pela investigação, a motivação do crime se deu pelo fato de que Leonan teria assediado a namorada de Lucas, pelo menos, duas vezes na boate.

Tal fato deu início a uma discussão e ele teria perdido a cabeça, vindo a desferir os tiros na vítima, explicou o delegado.

A reportagem do Mais Anápolis apurou que Lucas tinha negociado de se entregar durante toda a semana. Com o mandado de prisão preventiva, a Polícia Civil cumpriu a prisão.

Entenda o caso

Câmeras de segurança registraram o momento em que Leonan Alves de Morais foi morto a tiros dentro de uma boate localizada na Avenida São Paulo no Bairro São João, em Anápolis. O caso aconteceu na madrugada do último domingo (5).

Nas imagens, a vítima está em pé e conversa com uma mulher. Instantes depois, outras mulheres chegam perto dele e começam a tirar satisfação. Na sequência, uma jovem tenta afastar a vítima da conversa.

Depois, outra mulher aparece e, atrás dela, um homem já com a arma na mão começa a atirar contra Leonan.

print