Guedes e Bolsonaro não têm ideia de como conter a inflação, diz Ciro Gomes

O pré-candidato do PDT a presidente nas eleições deste ano, Ciro Gomes, afirmou em live nesta terça-feira (14) que o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ministro da Economia, Paulo Guedes, não sabem como conter a inflação no país e criticou o pedido que ambos fizeram para que os donos de supermercados tentem evitar aumentos de preços nos próximos meses.

“Na semana passada, o Paulo Guedes e o Bolsonaro tiveram a cara de pau de pedir aos representantes dos supermercados que congelem os preços das suas mercadorias. Como Guedes e Bolsonaro não têm a mínima ideia de como conter a inflação, eles decidiram reviver os velhos tempos do [ex-presidente José] Sarney [referência ao Plano Cruzado, de 1986]. Isso é que não ter medo do ridículo”, disse Ciro.

“O Guedes sabe que isso [congelamento de preços] não resolve nada, que ele e o Bolsonaro fracassaram com uma política econômica cheia de gravíssimos erros e agora querem tapar o sol com a peneira e enganar o povo até as eleições”, prosseguiu o pedetista, que foi ministro da Fazenda entre setembro e dezembro de 1994, no governo Itamar Franco e no início do Plano Real.

À CNN, na última sexta-feira (10), Guedes negou ter defendido o tabelamento de preços.

Na sequência da live, Ciro Gomes comentou dados de pesquisas recentes do Ipea e do IBGE que apontam o aumento da miséria e da fome no país e atribuiu o problema ao atual e aos últimos governos, incluindo os do PT.

“Não venham me dizer que o descalabro que é o governo Bolsonaro explica tudo. Porque isso não é verdade. A gente tem que ser honesto, há muitos culpados e muitos cúmplices nessa história. É o caso de todos aqueles ou aquela que mantiveram o mesmo modelo econômico e tentam enganar o povo vendendo feitos espetaculares que, na verdade, foram voos de galinha”, declarou Ciro – ele também foi ministro no primeiro governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), entre 2003 e 2006, comandando a pasta da Integração Nacional.

O pedetista voltou a dizer que Bolsonaro e Lula evitam participar de debates e chamou ambos para discutir os problemas econômicos do país.

Fonte: CNN Brasil.

print