Piloto morre em queda de paraplano, em Aparecida de Goiânia;

O piloto Marcelo Nunes Rodrigues, de 52 anos, morreu e teve parte do corpo queimado após um acidente com um paraplano, que é semelhante a um parapente, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. Um vídeo mostra o momento em que a aeronave cai em uma região de mata.

O acidente aconteceu nesta terça-feira (21), por volta das 18h, na Avenida das Amendoeiras, no Setor Jardim Mont Serrat. O Corpo de Bombeiros foi acionado às 18h15, mas, quando a equipe chegou ao local, a vítima já tinha morrido.

Piloto Marcelo Nunes Rodrigues   — Foto: Reprodução/Facebook

Piloto Marcelo Nunes Rodrigues — Foto: Reprodução/Facebook

 

Pessoas que estavam no local e viram a queda contam que Marcelo fazia manobras enquanto pilotava na região e, depois de algum tempo, ouviram um barulho e perceberam que o paraplano havia caído próximo a um parque.

Um vídeo registrou os últimos momentos de Marcelo. Na gravação é possível ver que o piloto sobrevoava quando a aeronave foi descendo e caiu no chão.

Piloto morre e tem parte do corpo queimado após queda de paraplano, em Aparecida de Goiânia, Goiás — Foto: Montagem/Globo

Piloto morre e tem parte do corpo queimado após queda de paraplano, em Aparecida de Goiânia, Goiás — Foto: Montagem/Globo

 

O instrutor e piloto profissional Itiel Lima, amigo de Marcelo, que também estava no local do acidente, conta que a suspeita é que linhas de pipa com cerol tenham causado a queda do paraplano.

“Infelizmente, uma pipa com linha de cerol cortou todas as linhas do paraplano. Com isso, ele caiu na vertical, o tanque de combustível estourou e, como o motor estava quente, ele teve o corpo parcialmente carbonizado”, disse.

 

Fonte: Portal G1.

print