Sem definição para majoritária, PSB em Goiás lança 60 candidatos a deputado

Embora ainda sem definição para a vaga majoritária, o PSB goiano definiu 42 candidatos a deputado estadual e 18 a deputado federal para as eleições de 2 de outubro. As candidaturas foram oficializadas em convenção partidária realizada no último domingo (31).

Entre os candidatos estão o presidente do PSB em Goiás, Elias Vaz, que disputa a reeleição para a Câmara dos Deputados, e o deputado estadual Allysson Lima, que também tenta vaga como deputado federal.

Além disso, para federal também tem Fabrição, que ficou em segundo lugar na disputa pela prefeitura de Posse no ano passado, Ellen de Lima, que ficou em segundo lugar na eleição para prefeita em Piracanjuba, o advogado Fernando Tibúrcio, a ex vice-prefeita de Mineiros, Dra Ivane, e o ex-deputado estadual por Anápolis, Carlos Antônio.

Para deputado estadual, dois parlamentares do partido tentam a reeleição: Karlos Cabral e Sérgio Bravo. Também se destacam o vereador em Aparecida de Goiânia, Willian Panda; o vereador em Goiânia, Pedro Azulão Jr, o ex-vereador na capital, Felizberto Tavares, o professor Jerônimo Teixeira, ex-reitor do Instituto Federal de Goiás, e a secretária estadual de Mulheres do PSB, Lucilene Kalunga.

Elias Vaz já disse ao Mais Goiás que o PSB pretende eleger pelo menos dois deputados federais e três estaduais na eleição de outubro. Ele avalia que o partido se fortaleceu com a adesão de Karlos Cabral, Alysson Lima e Sérgio Bravo, que saíram do PDT, Solidariedade e Pros, respectivamente.

Majoritária

Entretanto, a vaga majoritária deve ser definida apenas na convenção marcada para o dia 5 de agosto. Há movimentação para que o ex-governador Marconi Perillo (PSDB) encabece chapa com a federação de esquerda (com PT, PCdoB e PV) e o PSB participe com um candidato majoritário (vice ou Senado). O nome de José Eliton voltou a ser ventilado.

Fonte: Mais Goiás.
print