Operação policial mira empresa suspeita de vender perfis falsos usados para crime de ódio na internet

Uma operação batizada de Fake Over, cumpriu nesta quarta-feira, 03, 12 mandados de busca e apreensão, expedidos pelo Poder Judiciário de Manaus, em razão da prática de crimes contra a honra praticados na internet.

A investigação, iniciada no Amazonas, demonstrou que endereços situados em Goiânia e Aparecida de Goiânia estariam vinculados a pessoas que realizaram a compra de perfis fakes de uma empresa goiana. Essa empresa criava perfis em redes sociais utilizando fotos de terceiros para atacar os servidores públicos e autoridades do Estado do Amazonas.

Todas as negociações de perfis falsos feitas pelo esquema criminoso entre empresas de Goiás, possuía a finalidade de “disparo de comentários, curtidas e directs” na plataforma Instagram.

Segundo a Polícia Civil, a prática está relacionada a ataques, ofensas e incitação ao ódio. Durante a deflagração da presente operação, foram apreendidos computadores, HDs, celulares e pen drives, dentre outros objetos, os quais auxiliarão no desfecho da investigação, bem como na localização de demais pessoas envolvidas, além de possíveis vítimas.

 

Fonte: Jornal Opção.

print