Marconi disputa Senado, com Jalles Fontoura suplente

Ex-governador optou por mudança de planos após diálogos com aliados e lideranças do partido, em âmbito local e nacional

Após definir pela candidatura ao governo do Estado e considerar a corrida para a Câmara Federal, Marconi Perillo (PSDB) acabou definindo por uma terceira opção: sai candidato ao Senado, em outubro. O anúncio foi confirmado na manhã desta sexta-feira, 5, em convenção partidária realizada no Diretório Estadual do PSDB, no Setor Sul, em Goiânia.

“Marconi volta com força a cena política, à frente de uma aliança partidária de centro democrático. 2022 marcará o retorno desse líder que é Marconi, após tantas mentiras e injustiças”, declarou Gilvane Felipe, presidente estadual do Cidadania, que compõe federação com o PSDB.

Para a disputa, o ex-governador confirmou a articulação com Jalles Fontoura, ex-prefeito de Goianésia, na 1ª suplência da vaga. Jalles já havia sido apontado como possível candidato a deputado estadual pelo partido, mas descartou concorrer a qualquer mandato.

Marconi Perillo descartou veementemente qualquer possibilidade de vir Senador na chapa do pré-candidato ao governo Vitor Hugo (PL), ventilada na manhã desta sexta em conversas de bastidores.

Fonte: Jornal Opção

print