Uncategorized

Ex-assessora de Vitor Hugo também foi alvo de operação da PF que mirou Carlos Bolsonaro

Priscila Pereira e Silva, ex-assessora do ex-deputado federal Major Vitor Hugo (PL), foi um dos alvos da operação da Polícia Federal (PF) que investiga espionagem pela “Agência Brasileira de Inteligência (Abin) paralela”. A mesma ação cumpriu mandados no RJ e DF nesta segunda-feira (29) e também teve como principal alvo o filho do ex-presidente Bolsonaro (PL), o vereador pelo Rio, Carlos Bolsonaro.

A informação foi divulgada pela Globo News. Segundo o veículo comunicação, os policiais cumpriram mandado de busca e apreensão na casa de Priscila, que atualmente é assessora do deputado federal Alexandre Ramagem (PL-RJ) na Câmara. Major Vitor Hugo, todavia, não é investigado na operação.

Ela trabalhou com ele de junho de 2022 até janeiro de 2023, quando terminou o mandato do ex-deputado. Vitor Hugo foi líder do governo Bolsonaro na Câmara e disputou o governo de Goiás com o apoio do ex-presidente.

Operação

Vale citar, a PF mirou pessoas que receberam informações produzidas de forma ilegal nessa nova ação. No domingo (28), durante live, Bolsonaro negou, ao lado dos filhos Carlos, Eduardo e Flávio, que tivesse criado uma “Abin paralela”.

A ação desdobra a Operação Vigilância Aproximada, deflagrada na última quinta (25), e também a Operação Última Milha, de outubro passado. As duas tratam do uso do software espião FirstMile pela Abin e produção de relatórios no governo Bolsonaro.

Na investigação os policiais verificam se a agência usou o software para produzir informação sobre ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), bem como políticos e adversários do ex-chefe do Executivo federal.

São investigados, também, policiais que atuaram na Abin, especialmente no Centro de Inteligência Nacional (CIN), que foi criado na gestão passada. Próximo da família Bolsonaro, Alexandre Ramagem era o diretor da agência na época do suposto uso ilegal do software. Na última semana, a PF cumpriu mandados de busca e apreensão contra ele.

FONTE:MAIS GOIAS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *