JustiçaPolítica

Cabe às Forcas Armadas apoiar a decisão da Justiça’, diz Múcio após operação da PF…

Brasília – O ministro da Defesa, José Múcio Monteiro, disse nesta quinta-feira (8/2) que compete às Forças Armadas apoiar a decisão judicial que culminou na operação contra bolsonaristas acusados de tramar um golpe de Estado, muitos deles oficiais graduados do Exército. “Cabe às Forcas Armadas apoiar a decisão da Justiça”, declarou o ministro.

Múcio foi escolhido para o cargo pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para pacificar a relação entre os militares – setor da sociedade em que a adesão ao bolsonarismo foi alta – e o grupo político que assumiu o governo em 2023.

Mais cedo, a Polícia Federal deflagrou operação para cumprir mandados de prisão contra Filipe Martins (ex-assessor especial de Jair Bolsonaro), Bernardo Romão Corrêa Netto (coronel do Exército), Marcelo Câmara (coronel do Exército) e Rafael Martins de Oliveira (major do Exército).

Além disso, foram alvo de busca e apreensão pessoas como os ex-ministros de Bolsonaro e generais Walter Braga Netto, Augusto Heleno e Paulo Sérgio Nogueira (ex-comandante do Exército) e também o almirante Almir Garnier (ex-comandante da Marinha).

O presidente do PL, partido de Bolsonaro, Valdemar Costa Neto, foi preso porque, durante a busca e apreensão, a Polícia Federal encontrou uma arma irregular em sua casa. Jair Bolsonaro terá de entregar seu passaporte às autoridades. A operação foi autorizada pelo Supremo Tribunal Federal. (Agência Estado)

Fonte:aredacao

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *