Uncategorized

Em meio à crise de dengue, DF enfrenta falta de pelo menos 2,6 mil médicos na rede pública

O Distrito Federal enfrenta um déficit de pelo menos 2,6 mil médicos da atenção primária, clínica médica e emergencista, segundo dados de um levantamento exclusivo realizado pelo R7 pela Lei de Acesso à Informação. No entanto, segundo a Secretaria de Saúde, alguns serviços do nível ambulatorial e hospitalar estão em fase de parametrização, “não sendo possível apresentar dimensionamento” da falta de profissionais da Atenção Secundária..

Fonte:r7

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *